A Volta ao Mundo em 80 Livros

Do meu amor por livros e da minha sede e paixão por viagens criei um projeto literário para expandir e diversificar minhas leituras. A Volta ao Mundo em 80 Livros é como pretendo viajar e conhecer novas escritas e culturas. O processo de seleção dos países por si só já foi difícil (vai falar mais de quarenta países pra ver o nó que dá na cabeça!). E depois da seleção fui pesquisar os livros, o que se provou uma imensa fonte de informação.

Como o objetivo do projeto era mudar o foco de leitura e também diversificar as obras pude ainda mais perceber como estamos ‘presos’ nessa leitura americana e ás vezes britânica. A maior confirmação foi a de que existe muita, muita coisa boa lá fora. Um dos meus objetivos foi conhecer autores de diferentes países, me baseei no local de nascimento do autor para a escolha dos livros. Descobri novos autores em diferentes países e já estou curiosa para ler mais obras deles. Me frustrei com países que tinham livros ótimos porém apenas em suas línguas locais. Encontrei países com tão poucos livros e autores que foi assustador. As realidades do mundo são muito diferentes da nossa.

Toda essa pesquisa levou quatro dias, e claro que eu pretendo escrever sobre essa experiência quando o projeto terminar. Agora que a lista foi formada começarei a ler os livros. Alguns eu já tenho, e muitos terão de ser comprados. É um projeto sem uma data de entrega, ele simplesmente está acontecendo. Eu simplesmente estou conhecendo o mundo.

 

Afeganistão – O Caçador de Pipas, Khaled Hosseini

África do Sul – A Arma da Casa, Nadine Gordimer

Albânia – O Jantar Errado, Ismail Kadaré ✓

Alemanha – Demian, Hermann Hesse 

Angola – Os Transparentes, Ondjaki

Arábia Saudita – Girls of Riyadh, Rajaa Alsanea

Argentina – História da Eternidade, Jorges Luis Borges

Austrália – A Menina Que Roubava Livros, Markus Zusak 

Áustria – Sete Anos no Tibet, Heinrich Harrer

Bahamas – Thine is The Kingdom, Garth Buckner

Bangladesh – Revenge,Taslima Nasrin

Barbados – Too Beautiful to Die, Glenville Lovell

Bélgica – The Angel Maker, Stefan Brijs

Bielorrússia – Paranoia, Victor Martinovich

Bolívia – Norte, Edmundo Paz Soldán

Bósnia e Herzegovina –  Como o Soldado Conserta o Gramofone,Saša Stanišic

Brasil –  Morangos Mofados, Caio Fernando Abreu

Bulgária – Contos de Tenetz, Yordan Raditchkov

Camboja – In The Shadow of Banyan, Vaddey Ratner

Canadá – Gigantes Adormecidos, Sylvain Neuvel 

Chile – Bonsai, Alejandro Zambra

China – Imperatriz, Shan Sa

Colômbia –  O Amor nos Tempos do Cólera, Gabriel Garcia Marquez

Coreia do Sul – Your Republic is Calling You, Young-Ha Kim

Croácia – The Ministry of Pain, Dubravka Ugrešić

Cuba – Ventos de Quaresma, Leonardo Padura Fuentes

Dinamarca – Smilla’s Sense of Snow, Peter Hoeg

Egito – Blue Lorries, Radwa Ashour

Eslovênia – Crumbs, Miha Mazzini

Espanha –  A Sombra do Vento, Carlos Ruiz Zafón

Estados Unidos  –  O Grande Gatsby, F.Scott Fitzgerald ✓

Estônia – Primavera, Oskar Luts

Etiópia  – Sob o Olhar do Leão, Maaza Mengiste 

Filipinas –  Ilustrado, Miguel Syjuco

Finlândia – Memória da Água, Emmi Itäranta 

França  – A Delicadeza, David Foenkinos

Grécia – A Festa de Aniversário, Panos Karnezis

Guiné Equatorial –  By Night the Mountain Burns, Juan Tomás Ávila Laurel

Honduras – Asco,  Horacio Castellanos Moya

Hungria – Os Meninos da Rua Paulo, Ferenc Molnár

Islândia – O Silêncio do Túmulo, Arnaldur Indridason

Índia – 1984, George Orwell 

Indonésia – Supernova, Dewi Lestari

Irã – Lendo Lolita em Teerã, Azar Nafisi

Irlanda –  O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wilde ✓

Israel  –  Entre Amigos, Amos Oz 

Itália – Zero Zero Zero, Roberto Saviano

Jamaica – O Sol Também é Uma Estrela, Nicola Yoon 

Japão – 1Q84, Haruki Murakami ✓ 

Líbano – Eu Matei Sherazade – Confissões de Uma Árabe Enfurecida, Joumana Haddad

Macedônia – A Irmã de Freud, Goce Smilevski

Malásia – Ripples and Other Stories, Shih-Li Kow

México – Como Água para Chocolate, Laura Esquivel

Moldávia – The Good Life Elsewhere, Vladimir Lorchenkov

Mongólia – The Blue Sky, Galsan Tschinag

Moçambique – Vozes Anoitecidas, Mia Couto

Nepal – Nothing to Declare, Rabi Thapa

Nigéria – Americanah, Chimamanda Ngozi Adichie

Noruega –  Boneco de Neve, Jo Nesbo

Nova Zelândia – A Filha da Floresta, Juliet Marillier

Países Baixos (Holanda) – The Discovery of Heaven, Harry Mulisch

Paquistão – Eu sou Malala, Malala Yousafzai ✓

Peru – O Jogo de Ripper, Isabel Allende

Polônia –  Amor Líquido, Zygmunt Bauman  ✓

Portugal – O Livro do Desassossego, Fernando Pessoa

Reino Unido – O Oceano No Fim do Caminho, Neil Gaiman 

República Checa –  Carta ao Pai, Franz Kafka ✓

Romênia – O Compromisso, Herta Müller

Rússia – Lolita, Vladimir Nabokov ✓

Síria – Histórias da Noite, Rafik Schami

Sri Lanka – Chinaman: The Legend of Pradeep Mathew, Shehan Karunatilaka

Suécia – Maus, Art Spiegelman ✓

Suíça – The Pledge, Friedrich Dürrenmatt

Togo – An African in Greenland, Tété-Michel Kpomassie

Turquia –  Neve, Orhan Pamuk

Ucrânia –  Death and The Penguin, Andrey Kurkov

Uruguai – Correio do Tempo, Mario Benedetti

Venezuela –  The Sickness, Alberto Barrera Tyszka

Zâmbia – Baking Cakes in Kigali, Gaile Parkin

Zimbabwe – A Garota no Trem, Paula Hawkins 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s