Em Veracidade, Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos da cidade, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Existem três tipos de monstro. Os Corsais são sombras carnívoras originadas de crimes que não envolvem morte. Os Malchais surgem de assassinatos e apesar da silhueta humana têm a pele transparente, que revela ossos pretos que denunciam sua monstruosidade. E os Sunais, que são raros, pois são criados apenas em grandes massacres. Eles se alimentam da alma das pessoas que já cometeram algum crime, hipnotizando-as com sua música.

Monstros grandes e pequenos, cadê?

Eles virão para comer você.

Corsais, corsais , dentes e garras,

sombras e ossos abrirão as bocarras.

Malchais, malchais, cadavéricos e sagazes,

bebem seu sangue com mordidas vorazes.

Sunais, sunais, olhos de carvão,

com uma melodia sua alma sugarão.

Monstros grandes e pequenos, cadê?

Eles virão para comer você!

Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai e August só quer se sentir normal, só quer ser humano, isto porque ele é um monstro, mais especificamente um Sunai. Quando Kate retorna a cidade após um longo período, August é incumbido da missão de ficar de olho nela, se passando por um garoto comum. Mas uma iminente rebelião entre os monstros os obrigará a unirem forças se quiserem sobreviver.

Depois que li Um Tom Mais Escuro de Magia, fiquei louca para ler outras obras de Victoria Schwab e fiquei muito feliz de ter This Savage Song ou A Melodia Feroz em minhas mãos (não gostei tanto assim do título traduzido). Uma coisa que me chamou muita atenção foi que apesar de os livros serem escritos pela mesma pessoa eles tem uma escrita muito diferente um do outro. Se não me engano Um Tom Mais Escuro de Magia é algo na linha de um livro mais adulto e A Melodia Feroz é um YA. É claro que a tradução também tem seu peso nisso, mas ainda assim a escrita é bem dissemelhante. Não foi um ponto que me incomodou majoritariamente, mas achei interessante ressaltar.

No começo tive dificuldades em gostar de um dos dois personagens. Gostei de August logo de cara, mas Kate foi mais difícil de me afeiçoar. Não encontrei nenhuma razão específica para isso, apenas não houve aquela conexão instantânea. Adorei a Ilsa e achei ela muito parecida com a Luna Lovegood. Gosto do fato de a narrativa ser em terceira pessoa com pontos de vista intercalados e de como os personagens são diferentes, e a maneira como crescem na história (ainda que não seja muito, pois acredito que o crescimento mais impactante se dará no segundo livro) e a maneira que o relacionamento deles se desenvolve, e de bônus sem romance. Gostei que a divisão do livro segue uma organização de uma música, com prelúdio, versos e uma elegia no fim, e também os nomes dos versos como “Monstro, posso entrar?”, “Monstro vê, monstro faz”, “Corra, Monstro, Corra” e “Enfrente seus monstros”.

A plot não é a mais original, mas ainda assim funciona no livro. Por exemplo, ao mesmo tempo que a criação da fantasia e dos aspectos envolvendo os monstros e a violência foram autêntico, outros aspectos como uma cidade dividida com dois autoproclamados governantes que atuam em lados opostos e etc não é exatamente algo nunca feito. A autora trabalha a trama e constrói uma virada inesperada da metade para o fim do livro, deixando os leitores com expectativa para o próximo volume.

Uma outra coisa que gostaria de comentar é como aprecio essa nova onda de duologias que está borbulhando por ai. Há muito que não pouco críticas quanto a livros que em vez de serem só um se transformam em trilogias desnecessárias e arrastadas, mas tiro meu chapéu para algumas das duologias que ando lendo recentemente, o ditado “um é pouco, dois é bom, três é demais” nunca fez tanto sentido para mim.

Acompanhe o Prateleira de Ideias nas redes socias:

facebook | instagram | youtube | goodreads

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s