Assim que terminei de ler Corte de Espinhos e Rosas corri para ler o segundo volume da série quase que imediatamente.  Está resenha tem spoilers do primeiro livro da série. Ah, e não vou perdoar a editora brasileira por ter feito mais uma vez uma capa horrível! Não entendo porque não manter as capas originais (e lindas)? Humpf.

Então, as bandejas de comida começaram a brotar, assim como o vinho e a conversa, e comemos sob as estrelas ao lado do rio. Eu jamais tinha experimentado comida assim: quente, exótica, temperada e picante. Era como se a comida não preenchesse apenas meu estômago, mas aquele buraco constante em meu peito também.

Corte de Névoa e Fúria ou ACOMAF no acrônimo em inglês, surpreende logo de cara pelo tamanho, com 650 páginas são mais de duzentas há mais que seu antecessor, e o livro não desaponta em momento algum. Em primeiro lugar preciso ressaltar novamente o poder da escrita de Sarah J. Maas. Estou apaixonada e fissurada pelo modo de contar histórias desta autora. É um mergulho maravilhoso e denso, e isso torna os livros dela impossíveis de largar. E as descrições são tão vívidas e palpáveis que senti que estava vivenciando tudo ao lado dos personagens. ACOMAF foi uma leitura extremamente voraz e apesar do número de páginas a quantidade não foi intimidadora para mim que devorei-as em apenas três dias.

– Às estrelas que ouvem e aos sonhos que são atendidos.

O livro se inicia logo após os acontecimentos do desfecho de ACOTAR, Feyre sobreviveu a Sob a Montanha, ela derrotou Amarantha mas… Morreu no processo. Isto é, até ser Feita novamente com a magia do sete Grão-Senhores das cortes de Prythian. E agora Feyre é Feérica. Ela possuí magia, força e velocidade como nunca imaginou, mas os horrores pelos quais passou durante seu encarceramento em Sob a Montanha cobram seu preço a cada dia, inundando-a de pesadelos e deixando seus dias cinza e sem vida.

E é aí que entra Rhysand. O Grão-Senhor da Corte Noturna, que ajudou Feyre quando ela mais precisava, mas não sem obrigá-la a fazer um acordo. Um acordo de que permaneceria uma semana todo mês na companhia de Rhys na Corte Noturna. Enquanto os dias passam após seu retorno para a Corte Primaveril, Feyre se pergunta quando Rhys virá exigir que ela cumpra com o acordo. E em meio a isso seu relacionamento com Tamlin parece estar desmoronando, já que ele não parece ser tão perfeito quanto parecia….

Muito bem, muito bem. Preciso me controlar nos spoilers e me controlar nos surtos fangirl porque ACOMAF é difícil de lidar (no bom sentido). Em primeiro lugar ele é muito diferente de ACOTAR e eu já tinha amado o primeiro livro e estava com receio de como as coisas seriam trabalhadas e desenvolvidas no segundo livro, já que uma das minhas teorias para séries de livros é que os segundos livros tendem a ser um pouco enrolados para segurar as pontas, mas felizmente este não foi o caso de ACOMAF. O livro é denso, dividido em três partes muito bem definidas, e com muita informação e história para contar. E com muito desenvolvimento de personagem. 100 pontos para Sarah J. Maas! O desenvolvimento e crescimento de Feyre é incrível, mas é claro que o mais surpreendente é o desenvolvimento de Rhysand. O Grão-Senhor da Corte Noturna que parece ser feito da própria escuridão e que comanda a temida Corte dos Pesadelos… Mas será mesmo? Rhysand entrou para minha lista de namorados de livros favoritos porque… Bem ele é maravilhoso.

Outra estrela cruzou o céu, rodopiando e girando no próprio eixo, como se estivesse celebrando a própria beleza iluminada. Ela foi seguida por outra, e outra, até uma brigada de estrelas ser lançada do horizonte, como se milhares de arqueiros as tivessem soltado dos poderosos arcos.

As estrelas passaram em cascata por cima de nós, enchendo o mundo de luz branca e azul. Eram como fogos de artifício vivos, e meu fôlego ficou preso na garganta conforme as estrelas continuavam caindo e caindo.

Eu jamais vira algo tão lindo.

Um outro ponto extremante cativante e importante do livro é a atenção que ele deu para os personagens secundários. No volume anterior eu tinha gostado muito de Lucien, mas ele não está tão presente neste volume. Desta vez o foco vai para o Circulo Íntimo, composto por Morrigan, Cassian, Azriel e Amren. Queria poder me debulhar mais sobre como amei todos estes personagens, suas peculiaridades e a amizade incrível que existe entre eles, a família incrível que são, mas vou me resguardar para não prejudicar a leitura de ninguém (na próxima resenha da série ninguém me segura!). Mas em resumo posso dizer que são personagens que nos fazem sentir em casa, que nos fazem sentir parte da história, parte de alguma coisa importante, e mal posso esperar para passar um tempo com eles de novo. E também não consigo decidir qual é meu favorito de todo o livro mas se tivesse que mencionar apenas um… Seria Rhysand.

O final termina com um excelente gancho para o terceiro volume e mal posso esperar para colocar minhas mãos nele e devorá-lo. A história tem um ritmo bom, e dá para ver que a autora pensou em como as coisas se desenrolariam antes mesmo de escrever o primeiro livro, pois tudo se encaixa muito bem. É um livro gostoso de ler, e as páginas fluem sem esforço.

Outra coisa digna de nota são os inúmeros quotes maravilhosos do livro. Ele está todo sublinhando e cheio de post its dos meus capítulos e páginas favoritos.

Eu tiro meu chapéu para Sarah J. Maas por ter dado conta de manter a história fluindo e interessante (mais do que interessante, aliás) por todas as mais de seiscentas páginas do livro, ainda mais se tratando de um volume de uma série. Eu já estou completamente apaixonada por esta série e ela já é uma das minhas favoritas, muito mais do que recomendada a qualquer um que goste de uma fantasia bem escrita, bem construída e bem desenvolvida.

Acompanhe o Prateleira de Ideias nas redes socias:

facebook | instagram | youtube | goodreads

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s