Sempre tive curiosidade em saber mais sobre a mitologia Nórdica, e adoro os livros do Neil Gaiman. Este livro conseguiu combinar as duas coisas. 

Gaiman nos leva por uma viagem desde a origem do universo até o fim do mundo. Confesso que gostei de saber mais sobre os deuses nórdicos e toda sua mitologia, mas é interessante notar que como não estou tão acostumada com ela e suas peculiaridades, ela soa bem estranha para mim em alguns momentos.

É tão difícil escolher um universo favorito de lendas e mitos quanto se decidir por um prato preferido (em algumas noites queremos comida tailandesa, em outras, sushi , e às vezes só conseguimos pensar na comida caseira e simples da nossa infância).

A escrita é bem fluida e imersiva (ao melhor estilo Gaiman) e é fácil voar pelas páginas e se perder neste mundo novo juntamente com Odin, Thor, Loki e tantos outros. De fato outra coisa que notei foi que apesar de existirem outros deuses e deidades, os três acima são os que aparecem quase em todas as histórias.

O livro possui quinze histórias e as minhas favoritas são: O Tesouro dos deuses, Os Filhos de Loki, O Hidromel da Poesia, As Maças da Imortalidade e A Morte de Balder.

Enquanto recontava esses mitos, tentei me imaginar muito tempo atrás, nas terras onde essas histórias foram contadas pela primeira vez, durante as longas noites de inverno, quem sabe sob o brilho da aurora, ou então sentado ao ar livre durante a madrugada, ainda acordado sob a luz interminável no auge do verão, cercado por pessoas que queriam saber o que mais Thor fez, o que era o arco-íris, como levar a própria vida e de onde vem a poesia ruim.

Para mim está claro que o livro é uma declaração de amor vinda do autor a tão complexa e antiga mitologia Nórdica. Ele nos oferece a sua versão de histórias que foram contadas e recontadas, passadas de geração e geração através dos anos e agora combinadas com a magia da escrita de Gaiman, contam com um novo sopro de “fé” para tocarem novas pessoas e se fazerem presentes mais uma vez.

Preciso parabenizar a editora Intrínseca por conta do projeto gráfico do livro. Capa dura (e linda) com textura soft touch, ilustrações na parte interna da capa e ao início de cada história, realmente impecável.

Acompanhe o Prateleira de Ideias nas redes socias:

facebook | instagram | youtube | goodreads

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s