O Regresso, ou The Revenant em ingês, é o mais novo filme de Leonardo DiCaprio. Baseado no romance homônimo de Michael Punke, que por sua vez foi inspirado na história real de Hugh Glass.

Hugh Glass faz parte de uma equipe de americanos que explora o território que antes pertencia aos índios em busca de peles para comércio. Em uma dessas explorações o grupo é atacado e massacrado pelos indígenas. É com essa cena que temos a abertura do filme. Glass tem um filho que é mestiço de mãe indígena e tanto pai como filho sofrem preconceito por isso. Após o ataque poucos homens sobrevivem e o trabalho de Glass é simples, levá-los de volta à base em segurança.

Tom Hardy (tem resenha de Mad Max aqui!) interpreta John Fitzgerald um dos membros do grupo, Domhall Gleeson (que também está em Star Wars vii) é o Capitão Andrew Henry e Will Poulter (de Nárnia) é Bridger, e o estreante Forrest Goodluck vive Hawk o filho de DiCaprio no longa.

Durante o percurso Glass é atacado por um urso e deixado seriamente ferido. A cena é muito bem feita e bem fortinha, mas milagrosamente Glass sobrevive e o urso é quem acaba perecendo. Como se ser atacado pela fera não fosse o suficiente, após o ocorrido Glass é traído por seu colega Fitzgerald e é deixado para morrer. O que vemos a seguir é a luta árdua e incessável de um homem por sua vida. A trajetória de Glass será longa, recheada de perigos e de muito sofrimento, mas é algo absolutamente impressionante.

O-Regresso-poster

A combinação de imagens, capturadas com luz natural, de uma edição impecável, de uma trilha sonora onde acompanhamos por exemplo a respiração de Glass em inúmeras cenas, sejam conflitantes ou apenas os suspiros de quem se recusa a morrer, sem falar na atuação espetacular e irreconhecível de DiCaprio e também da incrível direção de Alejandro González Iñárritu (o que falar da câmera que segue DiCaprio de perto enquanto ele cavalga? Uau) renderam ao filme doze nomeações ao Oscar, incluindo melhor filme e melhor ator.

Confesso que sou super fã de DiCaprio e ele já deveria ter ganho um Oscar há muito tempo, especialmente por seu papel em O Grande Gatsby. Apesar de ter adorado a atuação de Eddie Redmayne em A Garota Dinamarquesa (farei post em breve) torço por DiCaprio este ano.

O Regresso é um longa completamente imersivo, com duração de quase três horas a narrativa é poderosa e envolvente, um verdadeiro presente para os sentidos. A complexidade tanto emocional quanto física que é passada ao telespectador é inebriante. É um excelente filme de faroeste, com algumas cenas sangrentas, mas com outras que tiram o fôlego. Muito recomendado, eu aliás, já assisti mais de uma vez.

Curiosidade: a pele usada por DiCaprio no longa é verdadeira, adquirida legalmente através do Departamento de Parques do Canadá, de um urso já falecido, e quando molhada chegava a pesar quase 50kg.

Confira o trailer sensacional onde as batidas da música são preenchidas pela respiração do personagem:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s