Estava muito apreensiva sobre como ficaria a minha resenha deste livro pois a primeira parte do livro não foi o que eu esperava, nessas 180 páginas fui empurrando a leitura durante uma semana inteira e estava bem entediada. Por sorte a segunda parte do livro me surpreendeu e me conquistou completamente, tornando o livro um sólido quatro estrelas.

– Você só consegue entender uma pessoa de verdade quando vê as coisas do ponto de vista dela. (…) Precisa se colocar no lugar dela e dar umas voltas.

11874532_955909444431362_1323909864_o

O livro é narrado por Scout, filha do advogado Atticus Finch, uma menina de seis anos. No começo esse foi o meu principal problema durante a leitura,  tudo é visto pelos olhos de uma criança. Na primeira parte a autora se dedica a construir todo o panorama da sociedade da época, início dos anos trinta, cidade do interior americano e sulista. Por meio das aventuras de verão de Scout com o irmão Jem e o amigo deles Dill começamos a conhecer os habitantes da pequena cidade de Maycomb, no Alabama.

Mas antes de ser obrigado a viver com os outros, tenho de conviver comigo mesmo. A única coisa que não deve se curvar ao julgamento da maioria é a consciência de uma pessoa.

11873105_955909451098028_324541318_o

O pai de Scout irá defender Tom Robinson, um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca e este fato gera comoção em toda população, trazendo à tona sentimentos já tão conhecidos por nós: preconceitos racial e social, conformismo diante das injustiças para citar alguns. Tudo isto observado por um olhar ainda pouco experiente, o da pequena Scout, que suaviza a visão de muitos fatos por ás vezes não compreendê-los direito.

– Olha, Jem, eu só acho que existe um tipo de gente: gente.

Na segunda parte as coisas parecem cada vez mais perto de um colapso, o julgamento se aproxima e toda a cidade comparece em peso para descobrir  qual será o desenrolar do caso. Nesta parte foi que comecei a compreender porque este livro só poderia ser narrado por uma criança, é justamente por esse olhar inocente e as vezes incompreendido, porém recheado do frescor da infância que podemos ter a melhor visão possível de todos os acontecimentos. Isso para não mencionar o sentimento de impotência que temos ao sermos colocados na pele de uma criança, porque nós sim compreendemos o que se passa e é inevitável a vontade de fazer alguma coisa para ajudar.

Pela própria natureza da profissão, todo advogado enfrenta pelo menos uma vez na vida um caso que o afeta pessoalmente.

É um livro que traz diversos sentimentos para o leitor e também muitas discussões e reflexões sobre temas sérios. No desenrolar do final muitas coisas se encaixam, muitas coisas ruins acontecem e muitas coisas boas acontecem. Li tão rápido a segunda parte (em uma tarde) que só percebi o quão vidrada estava na história quando depois de ler a última frase soltei um suspiro de alívio. Preciso dizer também que essa edição da José Olympio está incrível, e a capa soft touch é um toque lindo.

Amei Atticus, ele é um pai maravilhoso um homem bom, suas falas são sempre carregadas de sabedoria e me peguei desejando poder conversar com ele. Também amei Boo Radley, outro personagem importante na história. O estilo de escrita de Harper Lee é viciante, leve para uma história tão pesada. O Sol é Para Todos é um livro muito importante que absolutamente todo mundo deve ler.

Anúncios

2 comentários sobre “O Sol é Para Todos – Harper Lee

  1. Poxa, morro de vontade de comprar esse livro, mas meu medo é exatamente esse, da leitura não fluir bem. Tenho um certo probleminha para ler clássicos, hahahah. Mas venho tentando me esforçar a ler alguns. Esse com certeza merece uma chance.

    Beijos,
    http://www.naestradadafantasia.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s