Maus é um livro de quadrinhos que conta a história do pai de Art (o autor do livro) durante a Segunda Guerra Mundial, é uma história incrível e tocante.

2015-06-25 15.09.47

2015-06-25 15.09.58

Uma das coisas que mais me fez querer ler o livro foi a analogia feita pelo autor, ele desenha os judeus como ratos e os alemães como gatos, e eu achei isso muito maravilhoso, deixou o livro ainda mais profundo sobre um assunto de que todos já ouvimos falar. Não tenho o costume de ler quadrinhos, os únicos livros que li nesse formato foram os mangás da coleção do Buda do Osamu Tezuka, então demorei um pouquinho para criar coragem de ler, mas no minuto em que a leitura engrenou eu li super rápido, virei a noite lendo e acabei em apenas dois dias.

2015-06-25 15.10.12

2015-06-25 15.10.18

2015-06-25 15.11.19

O livro é dividido em duas partes, a primeira sendo Meu pai sangra história e a segunda e aqui meus problemas começaram e dentro de cada uma há vários capítulos, nas publicações originais cada um desses capítulos foi publicado em um ano, começando em 1973 e terminando em 1991. A minha edição é um volume com a história completa publicado pela Companhia das Letras.

2015-06-25 15.11.28

O livro é um relato semi biográfico onde acompanhamos o relacionamento de Art ou Archie com seu pai Vladek. Ele pede ao pai que lhe conte sua história da guerra para que ele escreva, ou melhor desenhe, um livro sobre isso. A primeira parte é sobre como Vladek conheceu Anja, a mãe de Archie e nos introduz para a vida e a realidade durante alguns anos antes da guerra, e quando a história por fim se inicia começamos a ver as coisas desmancharem.

2015-06-25 15.11.46

Uma das coisas que salvaram os Spiegelman foi que eles eram uma família rica e influente e conseguiram fugir, se esconder e sobreviver ao máximo sem serem mandados por um tempo para um campo de concentração. Enquanto Archie conversa com o pai e descobre as memórias dele é muito interessante notar que o relacionamento deles é complicado, que o pai é cheio de manias e
toques e que ainda está muito abalado pela perda da esposa, Anja havia se suicidado alguns anos antes afetando profundamente o pai e o filho.

2015-06-25 15.11.04

 

2015-06-25 15.11.09

Histórias deste período histórico sempre me tocam demais, eu amo ler sobre ele, mas há muita dor, tristeza e lágrimas envolvidas no processo e com Maus não foi diferente. Uma coisa que percebi é que ao pronunciar a palavra Maus em inglês o som lembra o de mouse ou seja rato, mais uma pérola muito bem pensada por Art.

A segunda parte do livro nos conta o período em que os pais de Archie foram pegos e mandados para Auschwitz, ou Mauschwitz como diz o livro, é tudo muito visual e foi muito doloroso ler esta parte da história, e apesar de tudo o fim é bom, afinal Vladek está contando a história ao filho então tudo acaba bem.

2015-06-25 15.10.26

 

Na dedicatória da segunda parte Art dedica o livro ao irmão, Richieu, que morreu durante a guerra e que ele nunca conheceu *lágrimas*

2015-06-25 15.10.32

2015-06-25 15.10.43

 

Uma foto do Vladek! Também chorei vendo essa

Maus entrou para a minha lista de favoritos do ano, é uma leitura envolvente, dura e profunda e nos faz pensar mais uma vez sobre como a crueldade humana é sem tamanho.

2015-06-25 15.11.57

Este foi o livro escolhido para a Suécia no meu projeto A Volta ao Mundo em 80 Livros. Para saber mais clique aqui.

facebook | instagram | youtube | goodreads

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s