Em janeiro desse ano assisti ao filme baseado no livro “Um Dia”. Me apaixonei pela história e já quis ler o livro. Acabei comprando o meu em um sebo (por isso ele está um pouco judiado). Demorei um pouco pra começar a ler, mas assim que peguei não consegui largar de tão bom que é. Fiquei um pouco chateada por ter visto o filme antes, prefiro sempre ler o livro, mas infelizmente dessa vez não deu.

– O que há de errado em viajar?

– É mais uma forma de fugir da realidade.

– Eu acho que a realidade é algo muito superestimado.

2015-05-14 13.01.54

Dexter e Emma se conhecem no dia da formatura da faculdade, no momento em que a vida dos dois ainda está sem rumo, mas os sonhos e ás expectativas estão a todo vapor. Eles se perguntam como vai ser a vida dali a 20 anos. E é exatamente isso que o livro narra. Todos os anos no mesmo dia, 15 de julho o dia em que eles se conheceram, temos a trajetória e os caminhos percorridos por Em e Dex.

O que você vai fazer com a sua vida? De uma forma ou de outra parecia que as pessoas estavam sempre fazendo aquela pergunta – os  professores, os pais, os amigo às três da manhã -, mas a questão nunca tinha parecido tão premente, e ela estava longe de obter uma resposta. O futuro se estendia à sua frente, uma sucessão de dias vazios, cada um mais desanimador e incompreensível que o outro. Como iria preencher todos eles?

É impressionante como este livro é envolvente, a escrita do autor é densa, mas ao mesmo tempo fluida, o que me fez ficar lendo até de madrugada porque não conseguia largar. Também adorei a proposta de mostrar apenas um dia de cada ano, prova de que muita coisa muda na vida de uma pessoa em um ano.

Inveja é uma espécie de imposto que se paga pelo sucesso.

O relacionamento dos protagonistas é adorável, tendo se conhecido com apenas 22 anos é muito interessante ver como eles amadurecem com o tempo (principalmente Dex). Começaram muito jovens, mas ao longo da narrativa ambos vão se tornando cada vez mais “adultos” e novas responsabilidades e conquistas surgem em suas vidas. E também é muito interessante ver que mesmo distantes um nunca deixou de pensar no outro, e como existem diferentes níveis de amizade e diferentes jeitos de se amar uma pessoa. Mesmo com tudo o que passaram demoraram a enxergar que o que precisavam estava bem na sua frente.

(…) eu te amo muito. Muito, muito, e provavelmente sempre amarei. Só que eu não gosto mais de você. Sinto muito.

É um livro diferente, mas que ficou comigo muito depois de eu ter terminado a leitura. O final me deixou extremamente desapontada, apesar de eu entender o porque de ter acontecido o que aconteceu, mas me senti extremamente frustada por não poder fazer nada para impedir ou mudar os acontecimentos. Ainda assim foi um toque de realidade cruel na narrativa, deixando os acontecimentos ainda mais “reais”. Se tem uma coisa que o livro nos ensina é que a vida é cheia de improbabilidades, e que não podemos perder tempo, temos de fazer as coisas que queremos sem medo de viver, errar, ou desapontar os outros.

Anúncios

2 comentários sobre “Um Dia – David Nicholls

  1. Oi, Ketelen. Eu tbm passei por isso: amei o filme, apesar de ter me deixado um pouco estranho, mas me encantei demais (e foi nele que me apaixonei pela Anne Hathaway). Comprei o livro logo em seguida. Maravilhosa e comovente história!!! Ótima resenha, bjos! :D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s