Quando li a sinopse de O Jantar Errado fiquei bem curiosa para ler a história, e o que aconteceu é que eu me surpreendi muito com este livro. Eu achava que o desenrolar da narrativa iria se focar no tal jantar, que ocorreu em setembro de 1943, um jantar que é um mistério para todos. Isso porque quando as tropas alemãs invadem a Albânia na tentativa de ocupar o país o Dr. Gurameto faz nada menos do que convidar seu antigo amigo o Coronel Fritz von Schwabe para jantar, enquanto oitenta pessoas são feitas reféns na praça da cidade.

O anoitecer. A segunda parte do dia. Sua parte de trás. Talvez a parte traiçoeira, aquela que por séculos a fio chegara sem ocultar sua antiga mágoa com o dia, ou, falando com mais precisão, para com sua primeira parte, chamada de dia propriamente, para não mencionar a manhã.

2015-04-14 17.22.31 Mesmo muito depois do fim do jantar os moradores da pequena cidade de Girokastra (também a cidade natal do autor) continuam a se indagar sobre os acontecimentos que se sucederam naquela noite, e que culminaram na libertação dos oitenta reféns que estavam prestes a serem fuzilados pelas tropas alemãs. Mas depois disso o livro toma outro rumo, os alemãs sucumbem e o regime comunista promete um novo amanhã.

Ficava cada dia mais claro que certas coisas deviam ser mais lembradas, e outras menos, para não dizer esquecidas de todo.

Kadaré nos leva para dentro da realidade da Albânia de uma forma impressionante, porque além de uma escrita extremamente envolvente, sem focar muito no protagonista e até mesmo nos diálogos, o autor mistura os acontecimentos com histórias típicas da cultura albanesa. Há a história do morto, onde uma avó pede ao neto que convide alguém para jantar e o menino sem saber a quem chamar joga o convite fora, este acaba parando no túmulo de um morto, que por sua vez vai até o local onde foi convidado a jantar. Tudo isso foi muito fascinante e novo para mim e fiquei muito feliz em poder conhecer a visão deste pequeno país sobre acontecimentos tão importantes.

Outro regime é o que acontece quando o regime muda. O primeiro dia, normalmente, é chamado de dia zero. Depois começa a numeração: um, dois, quatro e assim por diante. Quando nos anestesiaram, vamos dizer que eram tantas horas do dia tal. Nós congelamos, ficamos de fora do tempo. Acontece que para o tempo tanto faz, ele não espera por você, passa.

2015-04-14 17.22.36

Esse macarrão delicioso é de um lugar chamado Via Spaghetti, fica no Shopping Com-Tour aqui em Londrina, super favorito! ♥

Mesmo que estranho em alguns momentos, O Jantar Errado foi com certeza uma surpresa. Logo na metade do livro a história muda de rumo e nos leva para esta realidade onde o comunismo é tão iminente, e a narrativa e a prosa de Kadaré ajudam a entender este período e nos contam realmente a história do pensamento comunista na Albânia. O livro ressalta o poder que tem a língua do povo e nos lembra de que as histórias sempre tem um outro lado. Este foi o livro que escolhi para a Albânia no meu projeto A Volta ao Mundo em 80 Livros, para saber mais clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s