Fangirl foi um livro muito especial e importante pra mim, desde que li sobre ele quando ele foi lançado em inglês ele estava na minha wishlist, e no meu aniversário ganhei ele de presente da minha amiga e companheira de surtos de fã Vic, obrigada mais uma vez young wolf. 

Eles domam seu cérebro como se fosse um cavalo, ele aceita todas as suas ordens. Preciso de um cérebro que possa se libertar, sabe? Preciso pensar. Se não penso, quem sou eu?

2014-12-29 19.02.40

Cath é uma garota comum, vai começar a faculdade, tem uma irmã gêmea e é fã da série Simon Snow, isto é, ela é completamente louca pela série, tem uma fanfic de sucesso baseada na mesma e um quarto inteiramente decorado com posteres e artigos da série, tudo muito normal como alguns diriam. Porém nessa nova fase da vida sua irmã, Wren, decidiu que não quer mais dividir o quarto com Cath, talvez porque ela tenha ‘seguido em frente’ com esse negócio de fã, mas isso não é algo para se seguir em frente na cabeça de Cath e assim ela fica meio perdida, afinal irmãs gêmeas fazem tudo sempre juntas, não é?

A vida real era algo acontecendo em sua visão periférica.

Essa experiência acaba por se tornar algo muito bom para Cath, na faculdade ela conhece sua nova colega de quarto Reagan que apesar de ser meio grossa se torna uma amiga muito boa, e Levi o cara mais legal de todos (sim ele é super simpático com todo mundo). O que não sai da cabeça de Cath é o fato de que ela parece não se encaixar no mundo, por ela ter esse lado de fã. Ela deveria trabalhar em algo para sua aula de escrita criativa, mas tudo o que ela consegue escrever é a sua fanfic, e de acordo com sua professora isso é como se fosse um plágio, então Cath fica desolada.

Cath sentiu como se estivesse nadando em palavras.Se afogando nelas, às vezes.

2014-12-29 19.04.46

dedicatória fofa da Vic ♥

Nunca me identifiquei tanto com uma personagem antes. Cath pensa igual a mim (e olha que me falaram que eu pareço mesmo com ela) para muitas coisas, até no jeito de se vestir somos parecidas, eu simplesmente adorei ela. Adorei o fato de entre os capítulos terem pequenos pedaços do que seriam os livros de Simon Snow, que na verdade são uma fanfic de Harry Potter feita pela própria autora, algo que me fez amar ainda mais ela. Fiquei um pouco chateada porque muitos leitores não entenderam isso, e acreditaram que Simon Snow era uma cópia de Harry e criticaram o livro por isso, e acharam inúteis essas partes na narrativa, sendo que é totalmente o contrário! É um elogio a série! Rainbow é fã da saga e fez uma “homenagem” em forma de fanfic!

Há também alguns escritos da fanfic de Cath,que por sinal Wren costumava escrever com ela, e falando em Wren como eu odiei ela! Que personagem insuportável! É como se tudo o que ela fizesse em grande parte do livro é tentar ser popular e ser aquela garota das festas de faculdade tipo, um completo estereótipo, no caso até que ficou interessante esta justaposição de personagens, sendo Cath o estereótipo de uma pessoa mais tímida e fã e aquela pessoa que fica em casa escrevendo ou lendo debaixo das cobertas numa sexta à noite e Wren aquela que vai para a balada. E sim, o pai delas é um dos pais mais fofos dos quais eu já li sobre, simplesmente da vontade de abraçá-lo e convidá-lo para tomar um café.

E sou maluca. Tipo, talvez você ache que eu sou um pouco maluca, mas eu só deixo as pessoas verem a ponta do meu iceberg de maluquice. Por baixo dessa aparência de um pouco maluca e levemente retardada socialmente, eu sou um completo desastre.

2014-12-29 19.21.11

Me faltam palavras para descrever o quanto eu amei esse livro e o quanto eu fiquei vazia depois de terminá-lo (entenda-se por vazia aquela costumeira depressão literária) e parece que ainda estou vagando em busca de um novo livro que possa me preencher, quase como um bloqueio de leitora ao invés de um bloqueio de escritora.

Eu não confio em ninguém. Não em qualquer um. E quanto mais eu me importo com alguém, mais certeza eu tenho de que eles vão se cansar de mim e me deixar.

Ainda nem mencionei Levi, o cara mais legal de todos. Sim ele é o cara que se dá bem com todo mundo e metade do livro ele está lá para Cath, sendo um amigo e pedindo para ela ler sua fanfic para ele, e olha a capa faz jus ao que ele significa, porque demora um pouco até Cath perceber que ele gosta dela. E quando ela enfim o faz não poderia ser nada mais adorável.

– Que ótimo – disse Cath, tentando não deixar que sua expressão entregasse o quanto ela queria beijá-lo e matá-lo.

Fiquei com uma imensa vontade de ler os livros do Simon Snow, mas mais do que isso, fiquei com vontade de ler a fanfic da Cath. O livro não poderia ter desfecho melhor, afinal toda escritora quer encontrar sua voz, e Cath conseguiu. E se tudo o que eu disse sobre me identificar não for o suficiente, essa parte com certeza faz com que seja.Com toda certeza Fangirl entou para o meu top 10 de livros de 2014, ou quem sabe da vida, e sim ele merece ser lido por todos e tem um lugar especial no meu fangirl heart.

Escrevam como se sua vida dependesse disso. Escrevam como se seu futuro dependesse disso.

2014-12-29 19.16.23

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s