Sabe aqueles livros que ficam com você muito depois de você ler? Ou aqueles que quando você pega pra ler, esteja onde estiver, e se sente em casa? E com aquele ar de verão inesquecível? Essas são algumas das coisas que me marcaram enquanto lia My Life Next Door. Lista de livros favoritos sim ou com certeza? É desses poucos e perfeitos livros que são tão aconchegantes que eu mais gosto.

Os Garretts eram minha “história para dormir” muito antes de eu imaginar que seria eu mesma parte da própria história.

DSC02306

DSC02305

Samantha Reed é uma observadora. Há dez anos, desde que os Garretts se mudaram para a casa ao lado ela os observa, invejando a enorme  e barulhenta família que sua mãe tanto critica. Há dez anos que seu pequeno segredo de observar, e até mesmo acompanhar como seu próprio “conto de fadas” da hora de dormir,começou. Se sua mãe soubesse que o maior sonho, aquele que deixa seus olhos brilhantes, é observar a casa ao lado, provavelmente teria um infarto. Grace Reed é a senadora, uma mulher de respeito, criou duas filhas sozinha e ainda mantém a casa impecável (graças ao toc de passar aspirador toda hora). Mas para a surpresa de Samantha sua mãe agora esta… pedindo ajuda? 

A primeira vista Clay Tucker parece… duvidoso. Tudo o que ele diz, faz e até pede, Grace executa com prazer. Claro que ele trabalha na campanha de reeleição da senadora, visando até quem sabe um cargo melhor no futuro, mas ele sempre executa suas jogadas políticas em tudo, nas escolhas da vida, nos relacionamentos, enfim ele age de uma forma estranha. Mas o grande ponto positivo é que enquanto está ocupada com o enorme trabalho de reuniões, divulgações e todos os afazeres de um político competente, a mãe de Samantha quase não para em casa. Assim começa a arriscada aventura de conhecer os Garretts.

Por que todas as meninas bonitas querem os atletas e os bons meninos? Nós, os perdedores são os que precisamos de vocês.

DSC02302

DSC02315

Dez anos morando ao lado e Samantha praticamente nunca falou uma palavra com eles. Mas quando um dos Garretss sobe no telhado, e se senta ao lado de Samantha para observar as estrelas sua vida inteira muda. Jase Garrett a leva para outro mundo, um mundo barulhento, e com oito filhos dividindo uma casa, mas ainda sim o mundo com o qual Samantha sempre sonhou. Dessa forma um  verão aparentemente chato, onde os únicos planos são trabalhar no restaurante e como salva vidas do clube, se torna incrivelmente inusitado. Samantha  agora leva uma vida dupla, porque a cada tarde em que ela passa na casa dos Garretts trabalhando de babá, ela se apaixona mais e mais por aquela família.

Joel, Alice, Jase, Andy, Duff, Harry, George e Patsy tem personalidades únicas, e todos carregam aquele ar de família enorme porém muito muito feliz, o que faz Samantha se perguntar o que anda acontecendo com sua mãe, que agora nem parece sua mãe mais, afinal a família de Samantha parece mesmo viver na casa ao lado.

DSC02310DSC02320

Não posso deixar de falar do romance épico e de tirar o fôlego entre Samantha, ou melhor Sam como ele mesmo a chama, e Jase. Cada mínimo detalhe, cada frase, cada gesto e cada olhar são perfeitos. Pode parecer meio delirante ou até impossível, ou ainda mais apropriado pode parecer apenas mais um caso de verão, mas o que eles dois tem juntos é uma simples coisa, amor. Não apenas uma relação boba, mas sim uma relação madura, onde ambos se conhecem profundamente, acredito que a família Garrett foi como uma “cola” para os dois, porque mesmo os problemas de irmãos mais novos e as loucuras de uma família grande se tornaram aconchegantes e uniram os dois ainda mais.

Fiquei extasiada, fazia tempo que eu não lia uma história de amor que não envolvesse bruxas, vampiros, lobisomens e seja lá mais o que. Apenas dois adolescentes normais tentando achar seu lugar no mundo, fazendo coisas normais, passando o tempo e até trocando fraldas. Esse ar de normalidade fez o livro ficar tão verossímil que da uma vontade de apertar e não soltar mais. É sempre bom ler um livro sobre um amor épico e sonhar com ele, mas quando ele parece tão acessível é melhor ainda.

Eu não sei. Eu não tive escolha. Mas eu sei o que está acontecendo agora. E eu estou escolhendo ficar com você.

Os personagens secundários como os dois irmãos Tim e Nan a melhor amiga de Sam são muito muito bons, adoro personagens secundários fortes que tem um papel bom na trama, como o de Tim o qual mudou tanto durante o livro que trouxe mais uma vez a sensação de normalidade digamos assim, pois sempre existem “Tim’s” na nossa vida, e a mudança que le sofreu, além de claro ele já ter uma ótima personalidade, foi incrível e inspiradora. Já Nan também me deu uma sensação de “Déjà vu” porque eu já tive uma amizade como a das duas.

Mas ainda tem o pequeno problema de que a mãe de Sam não é lá muito “fã” dos Garretts, e isso pode acabar pondo um fim no relacionamento dos dois. E quando um acidente imprevisto acontece, tudo pode desmoronar… Quando terminei de ler esse livro, senti uma sensação boa, de ter terminado algo tão bom e também tão grande, mas ao mesmo tempo senti saudades, da normalidade, do sentimento de “casa” que eu tinha quando lia, e até hoje estou “sentindo falta” dos Garretts.”Se você gosta de livros…” Eu nem sei como terminar essa frase, mas sei que modéstia parte se depender da minha resenha você não vai se arrepender se resolver ler esse livro.

Ele cobre imediatamente os meus dedos com os seus, me dando seu sorriso lento e intoxicante. Eu sinto uma pontada, como se eu estivesse entregando uma parte de mim que eu nunca tinha oferecido antes.

Editora:  Dial Books

Autor: Huntley Fitzpatrick

Título Original: My Life Next Door

Anúncios

Um comentário sobre “My Life Next Door – Huntley Fitzpatrick

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s