Esse é um daqueles livro que você agradece por ter aparecido na sua vida, porque são incrivelmente perfeitos e te marcam de um jeito inesquecível. Mara Dyer é uma adolescente de dezesseis anos muito normal. Ou pelo menos era até o acidente. Ao acordar de um coma de três dias ela descobre que sobreviveu a um acidente que matou seus três melhores amigos. E ela não se lembra de absolutamente nada. Seus pais decidem se mudar de cidade, para que as coisas fiquem mais tranquilas, mas infelizmente (e felizmente para quem está lendo) elas não ficam.

DSC01803

Na verdade o acidente foi apenas o começo. Ao chegar na Flórida Mara tenta ao máximo se adaptar a nova escola, e apenas ser uma pessoa normal, mas ao que parece seu Transtorno de Estresse Pós-Traumático não concorda com ela. Ou o que quer que esteja acontecendo com ela. O problema é o seguinte, em um belo dia de escola, Mara passa por uma casa onde ha uma cadela mal tratada, e momentos depois tem o desprazer de conhecer o dono repugnante da mesma. E ela então imagina uma morte lenta e dolorosa para o dono, e inclusive imagina como seu corpo estará ao ser encontrado. Ela volta para a escola e faz uma ligação para o Controle de Animais e faz uma denuncia anônima, para tentar salvar a vida da cadela. Ao sair da escola naquela mesma tarde, ela resolve passar na casa e ver se alguma coisa foi feita. E foi. O dono do cachorro estava morto. Da forma exata como Mara havia imaginado.

“Você é a menina que me chamou de idiota a primeira vez que conversamos. A garota que tentou pagar para o almoço, mesmo depois que você descobriu eu tenho mais dinheiro do que Deus. Você é a menina que arriscou sua bunda para salvar um cão moribundo, que faz meu peito doer se você está vestindo seda verde ou jeans rasgados. Você é a garota que eu -. “. Noah parou, depois deu um passo mais perto de mim” Você é minha garota “

Esse é  apenas o primeiro de mais acidentes, e experiências assustadoras as quais Mara irá passar. Incluindo os momentos em que seu cérebro faz um click e ela começa a se lembrar do que aconteceu naquela noite do acidente. É um processo lento, angustiante e cada vez mais acha que esta ficando louca e psicótica, e que ninguém p o d e  s a l v á – l a. Afinal depois da mudança a mãe manteve um olhar cuidadoso sobre ela, assumindo muitas vezes a postura de psicóloga e analisando a própria filha. Além do mais Mara não quer dar trabalho para mais ninguém, não quando seu pai assume um caso importante no trabalho, ou quando seu pequeno irmão Joseph já teve que sofrer bastante ao ver a irma em um coma de três dias. E seu irmão mais velho Daniel se torna uma luz no fim do túnel quando Mara precisa de alguém que a faça parecer normal na frente da mãe e dessa forma consiga deixar todos menos preocupados.

“A garota no espelho sorriu. Mas ela não era eu.”

Mas não é só Daniel quem a ajuda. Noah aparece em sua vida sem ser esperado ou convidado, e apesar dos esforços de Mara em tentar deixá-lo de fora, mesmo sendo difícil resistir aos olhos azuis profundos, ou aos cabelos pretos que lhe caem sobre os olhos, ou ao ar despojado e ao sorriso maroto que sempre o acompanham. E aos poucos os dois vão desenvolvendo uma amizade, e em meio a isso eles se apaixonam, e Noah se torna tudo para ela. Eles partilham uma conexão incrível, mas alguns segredos não conseguem ficar escondidos para sempre e mais surpresas os aguardam.

“O que você faria se eu te beijasse agora?”
Eu olhei para seu rosto bonito e sua linda boca e eu não queria nada mais do que prová-lo. “Eu iria beijá-lo de volta.”

Eu simplesmente fiquei sem palavras, esse é um daqueles livros que aparecem na sua vida no momento certo, e que são incrivelmente perfeitos superando as expectativas. Mas o melhor é que o próprio livro se supera ao longo da historia. Entre momentos de surtos psicóticos, visões alucinadas  ou momentos de suspiros, tudo se encaixa de uma forma completamente harmoniosa, e ainda sim no final eu levei um baita susto que me deixou de boca aberta por alguns segundos (na verdade varias partes do livro foram assim). E para provar que o livro é tão viciante eu o li em apenas dois dias, com suas quinhentas páginas e ainda por cima em inglês.

Espero sinceramente que façam um filme desse livro porque seria mais do que perfeito. O livro faz parte de uma trilogia, e aliás ele vai ser publicado aqui no Brasil pela Galera Record em outubro desse ano eu acho, com o título de A Desconstrução de Mara Dyer. E eles mantiveram a capa original! Yay!

“Pensar algo não significa que seja verdade. Querer algo não o torna real.”

PS:  Assim como na resenha anterior, os quotes e toda a história na verdade, soam muito melhor em inglês.

PPS: Eu queria colocar muito mais quotes, mas eles são muito grandes, porque na verdade não são só quotes favoritos, soa partes inteiras favoritas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s